clinica Especialista Dúvidas Frequentes Orientações e Dicas  
   
 
  Imprima o consentimento
 
CONSENTIMENTO INFORMADO
 


___________________________________________________ ou seu representante legal Sr.(a) _____________________________________,

declara através desse instrumento particular, para todos os fins legais, que está ciente que será submetido(a) a um exame denominado

COLONOSCOPIA, solicitado pelo(a) Dr.(a) ___________________________________________________________, CRM n°_______________.

Declara também o abaixo assinado que lhe foi claramente esclarecido e explicado como o exame é realizado, os seus benefícios e também os

riscos e potenciais complicações decorrentes do mesmo, conforme explicitado abaixo.

DEFINIÇÃO DE COLONOSCOPIA: trata-se de um exame endoscópico destinado a diagnosticar e tratar possíveis doenças localizadas no reto, no intestino grosso (cólon) e na parte final do intestino delgado (íleo terminal). O exame é realizado através da introdução, via anal, de um aparelho flexível denominado vídeocolonoscópio.
 
DESINFECÇÃO DO COLONOSCÓPIO: O aparelho de colonoscopia é criteriosamente limpo após cada exame e depois submetido a um controlado processo de desinfecção química. Os acessórios permanentes (pinças e alças de polipectomia) são autoclavados (esterilização em altas temperaturas) conforme as recomendações da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Alguns instrumentais específicos são descartáveis (de uso único).
 
PREPARO INTESTINAL E SUAS COMPLICAÇÕES: Para a realização de um bom exame é necessário a limpeza do intestino (“preparo intestinal”). Essa limpeza é conseguida através de dieta sem resíduos e da ingestão de potentes medicamentos laxantes. Na marcação do exame, o(a) paciente (ou seu representante) é orientado(a) verbalmente e por escrito a respeito dos procedimentos do preparo. Para alguns pacientes, o preparo prescrito pode ser insatisfatório e isso poderá acarretar a suspensão do exame ou a realização de uma colonoscopia parcial. A critério do médico, poderá ser necessário um novo preparo e a remarcação do exame. O preparo poderá acarretar desidratação e queda da pressão arterial e, por essa razão, deverá ser ingerido muito líquido durante a sua realização. Os pacientes idosos e/ou portadores de doenças debilitantes deverão ser acompanhados durante o preparo para se evitar o risco de queda. A maioria dos pacientes poderá fazer o preparo com segurança na sua própria casa, mas a ocorrência de vômitos, distensão abdominal ou cólicas importantes deverá motivar a interrupção do preparo e o imediato contato com a equipe médica e de enfermagem da clínica. Os casos mais graves deverão ser avaliados prontamente na unidade de emergência mais próxima.
 
SEDAÇÃO ANESTÉSICA E SEUS RISCOS: Para segurança e conforto dos pacientes, a maioria das colonoscopias são realizadas sob sedação anestésica endovenosa. Trata-se da administração de medicamentos sedativos pelo médico anestesista, que acompanha o paciente e monitoriza seus sinais vitais (pressão arterial, pulso, oxigenação do sangue, ritmo cardíaco) durante todo o procedimento. Os riscos potenciais associados à sedação anestésica são raros (0,2% dos casos) e têm relação direta com a idade, as doenças associadas do paciente (doenças cardíacas, pulmonares, etc) e com o período de jejum. Poderá ocorrer depressão respiratória e reações adversas às medicações (alergias, náuseas, etc). A broncoaspiração (aspiração nos pulmões de líquidos provenientes do estômago) poderá ocorrer em pacientes que não respeitarem o período de jejum recomendado (pelo menos 3 horas), mas o anestesista está preparado para tratá-la prontamente. Se for preciso, poderá ser acionado um eficiente sistema de transporte (UTI móvel) para a remoção do paciente com segurança para um hospital.
 
PROCEDIMENTOS ASSOCIADOS À COLONOSCOPIA: Frequentemente durante a realização do exame da colonoscopia há a necessidade de biópsias (retirada de minúsculos fragmentos da mucosa do intestino para exame histopatológico), polipectomias (retirada de pólipos), mucosectomias (retirada de fragmentos maiores da mucosa do intestino), dilatações (tratamento de áreas de estreitamento) ou hemostasia de lesões sangrantes (cauterização com bisturi elétrico ou injeção de substâncias esclerosantes). A realização desses procedimentos é uma decisão médica tomada durante a realização da colonoscopia. A maioria das lesões somente são identificadas durante a realização do exame e, portanto, cabe ao médico a decisão de executar ou não os diferentes procedimentos diante de cada situação específica, utilizando-se dos conhecimentos científicos atuais e dos recursos disponíveis, sempre visando o melhor atendimento ao paciente.
 
RISCOS E LIMITAÇÕES DECORRENTES DA COLONOSCOPIA E PROCEDIMENTOS ASSOCIADOS: A colonoscopia é um exame extremamente seguro. A literatura mundial considera a colonoscopia um dos procedimentos invasivos mais seguros na medicina. Podem ocorrer perfuração intestinal ou sangramento quando da realização de biópsias e retirada de pólipos, mas a incidência é extremamente baixa. Quando o médico colonoscopista se deparar com pólipos muito grandes ou de difícil tratamento, poderá optar por não realizar a polipectomia nesse primeiro exame. Um novo exame poderá ser agendado, após os devidos esclarecimentos ao paciente, para a tentativa de retirada endoscópica. Pacientes portadores(as) de áreas de estreitamento no intestino poderão ser submetidos(as) a colonoscopia parcial, pela impossibilidade da passagem do aparelho.
 
APÓS O EXAME DE COLONOSCOPIA: A sedação anestésica exige que o paciente permaneça na clínica por um período de tempo necessário para a sua completa recuperação. Esse tempo varia de paciente para paciente, mas tem duração média de 30 a 60 minutos. É OBRIGATÓRIA a presença de um acompanhante nesse período. A liberação do paciente para casa será feita apenas quando a equipe médica e de enfermagem autorizarem. O paciente está PROIBIDO DE DIRIGIR VEÍCULOS OU DE EXECUTAR TAREFAS QUE EXIJAM CONCENTRAÇÃO por um período de cerca de 6 (seis) horas após o término do exame. Os pacientes habitualmente apresentam após o exame um pequeno desconforto abdominal transitório decorrente do ar que é insuflado durante o exame. QUALQUER INTERCORRÊNCIA ANORMAL, COMO FEBRE OU SANGRAMENTO, DEVERÁ SER INFORMADA PRONTAMENTE PARA A EQUIPE MÉDICA.
 
Declaro que todas as informações me foram fornecidas com clareza e que tive a oportunidade de fazer todas as indagações sobre o procedimentos e termos técnicos que porventura não entendi. A equipe médica e de enfermagem respondeu todas as minhas dúvidas e me orientou sobre os riscos e benefícios da colonoscopia, bem como da gravidade das suas complicações, caso ocorram. Declaro ainda que informei todos os dados relevantes a respeito da minha saúde, incluíndo as medicações em uso e o histórico de reações alérgicas.
Tenho ciência de que os procedimentos de urgência ou emergência serão realizados a critério médico, em meu benefício, ficando desde já autorizados.


Declaro ainda que o presente documento tem a função principal de me informar sobre os benefícios e os riscos que estão envolvidos na realização da colonoscopia, assegurar a dignidade da pessoa humana de pacientes e médicos, contribuindo com a boa fé e a transparência dos procedimentos, e garantir uma boa relação médico-paciente.
A qualquer momento, sem que seja necessária qualquer justificativa, poderei revogar esse CONSENTIMENTO, antes da realização do procedimento.

_________________________________________
(Assinatura do(a) paciente ou seu representante legal)

 

Ribeirão Preto, ___ de ___________________ de _____

 

 

> Explicando o Exame   > Preparo para o exame   > Indicações   > Preparo para
Retossigmoidoscopia
 
Proctoclínica Ribeirão Dr. Aiodair - Av. Santa Luzia, 630 -Jardim Sumaré - Fones: (16) 3621.1122 - (16) 3911.2002
Ribeirão Preto - SP - Todos os Direitos Reservados - 2013